Blog da Raquel

Arquivo : junho 2012

Ei, Dona Gretchen, eu tô de chico!
Comentários 80

Raquel

Ok, na verdade não estou, mas vale lembrar que se já estava com birra da Gretchen – após esse episódio que ela causou por conta de uma expressão mais velha que andar para frente – agora estou com mais. Dona Maria Odete “Gretchen” procura motivos, mesmo que sejam bem pequenos, para reclamar e descontar todos os piores sentimentos em algo ou alguém.

Não vejo problema em uma mulher poder comentar que está menstruada, de “chico” ou “naqueles dias”, pouco importa a expressão usada. Durante a tarefa na horta, dias atrás, Robertha apenas questionou se alguém sabia como surgiu a frase “tô de chico”, todo mundo entendeu o que ela quis dizer, menos Dona Maria. Adorei quando Penélope defendeu com um discurso ótimo sobre o direito da mulher poder expressar. De fato, a pessoa se incomodar com o tal do “chico” é realmente um falso moralismo, foi uma ótima colocação da Penélope que ainda deixou nas entrelinhas o porquê de ser uma contradição…

Ontem, durante a formação da roça, gostei tanto da resposta da Robertha para se defender da justificativa da indicação da Nicole. Ela mandou muito bem, demonstrou segurança, sinceridade e surpreendeu. E depois quando explicou o voto à Gretchen… Nossa, daí detonou! Ganhou mil pontos. Tanto que deixou as rivais sem reação.

Ela pode ser até patricinha como dizem, mas a considero do bem, não vejo maldade nela. Não há problema de querer se maquiar assim que acorda, não há problema de não saber ou querer cozinhar. Robertha é linda naturalmente, é espontânea, faz apenas o que tem vontade, não sai fazendo as coisas simplesmente pra mostrar serviço ou para jogar na cara dos outros que tá fazendo alguma coisa. Tem gente que nunca pegou uma vassoura na vida, mas basta estar num reality, para não largar uma. Sua beleza natural incomoda quem é plastificada demais. Simples assim.

É a segunda vez que a menstruação de alguém causa discórdia na “Fazenda”. Lembra da segunda festa, quando Viviane avisou Nicole que o absorvente estava aparecendo?

Minha torcida hoje é para a Robertha! O Felipe que me perdoe, mas quero ver a reação da Dona Maria ao ver a menina-que-tá-de-chico voltar na sede com o poder em mãos.

Como Nicole percebeu e comentou ontem, Shayene já se enforcou. Acompanhei comentários no Twitter e se Shay não voltar para a sede hoje como fazendeira, voltará para a cidade grande amanhã, independente com quem for para a roça.


Mulheres 3 x 0 Homens
Comentários 59

Raquel

Ufa, acabei de ver todos os episódios da Fazenda dos últimos dias, pois nesta semana, não consegui acompanhar na TV, mas deixei gravando e assisti a tudo hoje. Quantas coisas aconteceram nesses dias, hein?

Que bom que a Ângela aparentemente está lidando bem com o falecimento da irmã, ela está forte e chorar de vez em quando é normal e faz parte. Pensei que ela se entregaria depois de alguns dias após ter recebido a notícia, mas está conseguindo abstrair. Em alguns momentos, parece que a ficha ainda não caiu completamente, como se ela estivesse ainda  processando o que aconteceu. Não sei se ela está sendo medicada, mas caso esteja, acaba colaborando para que ela enfrente a dor.

E gente, o que foi Theo Becker lá? O problema é que como assisti hoje, já sabia que ele assumiu ter ido como ator, então acabei assistindo já com uma outra visão. Acho que a produção poderia ter deixado que ele ficasse durante uma semana, daria mais dinâmica ao jogo, ele poderia causar mais, cutucar o ponto fraco de cada participante, participar da votação para a roça tendo imunidade e  ir embora quando todos estivessem dormindo, sem se despedir de ninguém. Ficando por mais dias, ele mexeria mais com o psicológico das pessoas, muitos ficariam com os nervos à flor da pele. Se ele foi contrato para causar, que causasse por mais tempo, ué.  Fora o fato, de eu achar que durante a festa, haveria uma grande chance dele conseguir ficar com a Nicole! Quem não queria ver os dois dandos uns amassos básicos? Hmm, o namorado dela! (risos)

Felipe foi bem corajoso com o tal poder da chave. Já que estava na roça, poderia muito bem ter cancelado a eliminação para não correr o risco de ir embora, mas acho que ele estava contando muito com a sorte, se achando forte para voltar como fazendeiro, afinal já ganhou duas provas consecutivas. E pensar assim sempre é perigoso! Não é à toa que a sorte lhe mandou um abraço na prova de fazendeiro, quando não pôde nem continuar competindo… Eu não teria a coragem dele, pois em seu lugar, teria cancelado a prova sem pensar duas vezes, garantindo mais alguns dias e claro, mais uma festa!

E a volta de Nicole como fazendeira? Ai ai e ai.  Eu estava torcendo para o Felipe, pois dos três é quem eu gosto mais. Embora não seja nada polêmico, ele é na dele, sincero e está jogando bem.

Quanto à eliminação do Sylvinho, acho que ele pecou por dois motivos: enquanto fazendeiro como comentei aqui, que o poder subiu à cabeça e também porque entrou muito na onda da Gretchen, nos últimos dias acabou fazendo muita fofoca, distorceu muitas coisas que ouviu. Ele acabou se perdendo muito com estas atitudes!

Foi o terceiro homem eliminado, as mulheres estão com sorte!

Por fim, já peguei birra da Gretchen. #prontofalei


A difícil decisão de Angela Bismarchi
Comentários 20

Raquel

O assunto mais comentado nos últimos dias foi sobre a tragédia que aconteceu com a irmã de Ângela e a difícil decisão que ela tomou ao preferir continuar confinada.

Li e ouvi várias opiniões, e vi que muita gente foi contra e achou um absurdo ela ter decidido continuar na “Fazenda”, mas muitas pessoas a apoiaram, e eu sou uma delas.

Concordei com o pensamento dela: ao abandonar o reality, nada poderia fazer para mudar a situação, não teria o poder de trazer a vida da irmã de volta.

Angela chora ao saber da morte da irmã (16/6/12)

O sofrimento e a dor vividas no confinamento ou aqui fora são iguais, mas lá dentro a intensidade é ainda maior. Não querer ir ao velório, não significa falta de amor. Achei que a justificativa para Ângela querer permanecer no jogo foi bem justa. Eu a compreendi.

Se Angelina deu a maior força para que Ângela fosse para a “Fazenda”, inclusive a ajudou em todos os momentos, em especial para arrumar as malas, então realmente seja bem provável que não quisesse que a irmã deixasse de lutar por seus objetivos.

Que Ângela consiga lidar com o seu momento de dor e luto da maneira que bem quiser, cabe à nós apenas respeitá-la. Se os irmãos respeitaram a decisão de continuar, porque nós, que não fazemos parte da vida dela, não podemos?

Pelo menos lá dentro, ela está protegida da imprensa sensacionalista e das opiniões e críticas alheias.

A cena que mostrou ontem na edição quando Bismarchi comentou que durante a tarde de sábado ( ela ainda não tinha recebido a notícia ) teve um sonho estranho e então de fato a mostraram acordando assustada, me fez arrepiar.

Enfim, desejo forças à Bismarchi!

Em tempo, apenas a notícia de falecimento de duas pessoas que me fariam abandonar a “Fazenda” para querer ir ao velório: do meu marido e de um filho, se eu fosse mãe.


Gustavo Salyer foi embora sem mostrar quem realmente é
Comentários 22

Raquel

 

  • Reprodução/RecordGustavo Salyer (dir.) foi o segundo eliminado de “A Fazenda 5”


Fiquei dividida nesta roça, não estava torcendo para nenhum em especial, mas para os dois. Independentemente do resultado, para ambos a saída seria cedo demais por serem peças importantes no jogo neste momento.

Com a briga que ocorreu durante um almoço nesta semana, fiquei do lado de Gustavo, pois achei que Gretchen e Sylvinho, forçaram a amizade ao brigarem com o menino por causa de palmito.

Aliás, achei uó esta “regra” de que se algum peão quiser comer algo, precisa comunicar a Gretchen. Que coisa mais chata isto! Na edição passada não tinha tal controle. Ninguém precisava ficar pedindo uma autorização pra comer e não passamos fome. Todo mundo tinha noção do quanto a comida era escassa e quem cozinhava, sabia muito bem quais eram os alimentos disponíveis ou não na despensa, pois os cozinheiros não tinham preguiça de checar os armários antes de definirem a principal refeição do dia.

Gustavo bem que tentou explicar ao Sylvinho e a Gretchen que não come carboidrato, que segue uma dieta e não via problema em comer um palmito por dia sem precisar ficar avisando. Achei até que ele foi muito educado ao se defender, ainda que tenha elevado a voz. Manteve a opinião até o fim, sem puxar saco do fazendeiro. Muito pelo contrário, enfrentando-o.

Na estreia, uma das frases de Salyer foi: “Eu gosto de viver a vida intensamente”. Mas, pelo menos na “Fazenda”, passou a impressão de não ter conseguido viver com tamanha intensidade. Também achei que ele não conseguiu mostrar quem realmente é, e foi embora sem ter conseguido cumprir a missão ali dentro, como jogador e participante. Ficou faltando algo, sabe?

Como não acompanho 24hs (vejo apenas o que passa na TV), pode ser que as edições não o tenham beneficiado, mostrando-o menos do que deveria. Ou ele que se revelou pouco mesmo.

Logo na primeira noite, durante um papo no celeiro, Gustavo deixou escapar um pouco de machismo ao afirmar que “Homem tem que trabalhar e a mulher só tem que se embelezar”, mas ainda bem que parou por aí.

No geral, mesmo que eu não tenha conseguido formar uma opinião concreta sobre ele, por achá-lo um tanto quanto enigmático, mandou bem e jogou limpo. Não conseguiu agradar Gretchen e Blau Blau, mas conquistou a maioria e é isto o que importa.

Espero que consiga rever a filha, pensei até que a menina estaria esperando-o atrás da porta por onde ele foi embora. Teria sido a saída mais feliz da história do reality.


O poder subiu à cabeça do fazendeiro Blau Blau
Comentários 32

Raquel

Eu gosto do Sylvinho, o acho sincero e divertido, mas como fazendeiro, ele está demonstrando ser uma outra pessoa. É preciso dar poder para descobrir quem é a pessoa de verdade!

Tô até achando que ele pensa que conquistou o cargo graças ao público, em uma votação, e esteja se considerando como o grande favorito. Ou então que ele vestiu a camisa como se, ser fazendeiro fosse um personagem ali dentro. Ainda não consegui entender ou decifrar o que está acontecendo com o fazendeiro Blau Blau, mas notei que o poder subiu à cabeça.

De certa maneira, no sentido literal, ele está fazendo bem o papel, colocando ordem e regras para a turma, mandando e desmandando quando pode. Apenas esqueceu o pequeno detalhe de  que este mandato durará pouco, bem pouco. E a humildade está mandando lembranças nestes dias.

Com certeza os peões de hoje se lembrarão muito bem das atitudes do Sylvinho enquanto fazendeiro… Afinal, a memória de um peão não é fraca!

 


Lui Mendes: o meu erro e os erros dele
Comentários 3

Raquel

Quando a edição nem tinha começado, fiz uma breve análise dos participantes num post e comentei que o Lui seria um dos finalistas… Pois é! Errei feio. Mais do que ter sido o primeiro eliminado, saiu com 91%. Perguntei no Twitter se foi uma mega rejeição ou sinal de que Viviane já é campeã. A maioria acredita na segunda opção.

Em apenas uma semana, Lui demonstrou ser uma pessoa eufórica, agitada, impaciente, com gênio forte e bastante carente. Foi o garoto hiperativo desta edição. E foi o participante que mais derramou lágrimas. Em suas atitudes, demonstrou uma mistura de imaturidade com carência afetiva, mas demonstrou ter garra para chegar na final, o veríamos com sangue nos olhos em todas as provas.

Não acho que ele tenha agido com má fé na prova que ganhou porque o óculos saiu do lugar, permitindo então que ele visse o trajeto. No entanto, a desclassificação foi justa, afinal as regras ali valem para todos. E este fato me lembrou de uma situação da edição anterior. (*)

Lui não soube lidar bem com o fato de ter que voltar pro celeiro, quanto menos por ter sido alvo dos votos. Ok, não deve ser fácil enfrentar ambas situações, mas perdeu a chance de mostrar que estava ali para jogar e que sabe perder. Achei que a maioria que votou nele, teve argumentos coerentes. Não acho que Lui seja uma má pessoa, até mesmo porque sequer o conheço, mas entendi que não deve ser fácil conviver com a maneira de ser dele.

Errou ao afirmar que foi convidado para participar da “Fazenda “só porque é negro. Errou ao aceitar conselhos da pessoa errada. Errou por não aceitar os votos que recebeu e querer tirar satisfação. Por fim, teve o azar de ir para a roça com Viviane, afinal sabemos que a torcida dela é a maior aqui fora.

Mas como não se lembrar de Lui querendo matar o rato no celeiro? Foi engraçado ver um homem daquele tamanho em pânico por causa de um ratinho. Ou quando ele caiu no choro com o pedido de perdão da Nicole? “Que lindo, cara. Que atitude, Nicole! E ela vem te pedir perdão, cara, que coisa mais linda!” ( Lui disse isto entre lágrimas. Me desculpe, mas morri de rir com esta cena.)

Lui é um menino grande.

——————–

(*) Tenho a gravação completa da edição anterior. Ainda não tive o interesse nem tempo para assistir tudo, mas fiz questão de ver algumas cenas, uma delas foi a prova na qual o João Kléber se tornou fazendeiro. Eu precisava entender, sabe? Precisava ver com os meus próprios olhos para acreditar. Assisti atentamente por duas vezes. Não sei como que ninguém da produção não percebeu, mas João fez o trajeto por mais de uma vez, correndo no chão, quando a regra era clara: todos tinham que fazer o trajeto atravessando a estrutura cheia de obstáculos, tanto no momento de ir buscar alguma ferramenta, como para avançar o caminho. Não era permitido atravessar sem que fosse por esta estrutura. A Renata Banhara, Taciane e Gui Pádua, seguiram a regra. E perderam tempo a seguindo, pois se João pôde por mais de uma vez ignorar a estrutura e correr no chão…

 


Nicobra?
Comentários 133

Raquel

Nicole não me surpreendeu. É como imaginei, mesmo não a conhecendo pessoalmente, mas como acompanhei pela mídia todas as polêmicas que a envolveram, logo concluí que ela é naturalmente uma pessoa barraqueira. E não se importa em carregar esta fama quando o importante é aparecer, mesmo que seja para dizer, sem provas, que uma colega fez macumba para prejudicá-la. Ou então para dizer que o marido de Viviane correu atrás dela.

Há uma diferença muito grande – e a linha é tênue – entre uma pessoa que emite opinião e defende com garras e unhas tudo o que acredita e uma pessoa barraqueira. Sempre achei que as barraqueiras são as mais inseguras, se armam então para metralhar quem estiver na frente quando todos menos esperam. Precisam se proteger aos berros, sem saber que o silêncio é a melhor arma, o que realmente incomoda.

Nicole chegou na fazenda já armada e com o pavio bem curto, aparentando um total descontrole emocional. Ela quase não sorri, na maioria das vezes está com a cara amarrada ou de quem está com nojo, parece que está pensando em coisas ruins. Precisa aprender a viver de uma maneira mais leve, pois reclama muito e tem como hobby procurar pelo em ovo.

Em uma semana, já discutiu com quase a metade dos participantes. No segundo dia, brigou por causa de uma fatia de bolo. Por mais que ela tenha ficado ofendida com o suposto descaso da Simone, era apenas um pedaço de doce, Brasil! E assim, já assinou o atestado de barraqueira desta edição.

E ontem começou com o papinho de que “regras são para ser seguidas”… Afê, me fez lembrar do Gui Pádua na hora.

Nicole não conseguiu conquistar nenhum colega, se livrou desta roça por sorte porque a votação foi apenas contra os que estavam no celeiro, mas na próxima aposto todas as minhas fichas de que ela será alvo.

Os próximos dias prometem ser bons para nós telespectadores apenas, vamos conferir o convívio entre ela e a querida Viviane, que já chegou ontem na sede com atitude. Terei ainda mais certeza de que os barraqueiros são os seres mais inseguros. Não é a toa que hoje cedo Nicole já comentou: “Parece que levei uma surra”.


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>